Impossível?! Chinesa de 86 anos dá a luz a um feto com 60 anos!


Huang Yijun ficou grávida em 1948, quando recebeu dos médicos anotícia que seu filho havia morrido na sua barriga. Como não tinha dinheiro para realizar a cirurgia para extrair o feto morto, Yijun, talvez por ignorância, deixou ele lá dentro. Anos mais tarde, ao sentir uma dor na barriga, o feto, já idoso, foi identificada como a causa do desconforto.

Mas isso não é nada comum! Em casos em que o feto morre no corpo da mãe, geralmente o tecido se desfaz e é absorvido pelo organismo da mulher, ou expulso. O feto de Yijun foi calcificado, um fenômeno raro conhecido como litopédio.

Apenas 260 casos de litopédio são conhecidos pela medicina, tornando tudo isso bem raro. O mais antigo deles era de uma francesa que se queixou de “dores de barriga” por 28 anos.




Um comentário:

  1. Ela não tinha condições de retirar o feto e na matéria mesmo diz que era para o feto ser absorvido pelo organismo da mulher, então porque chama-la de ignorante.

    ResponderExcluir