Cientistas encontram a substância mais mortal do mundo


Você sabe dizer qual é a substância mais mortal de todas? Alguns cientistas divulgaram a resposta recentemente e quem recebe o título é uma nova toxina botulínica, que nem ao menos teve sua sequência genética divulgada, para evitar que seja feito o mau uso dela.

Só para você ter ideia do poder dessa substância, basta uma injeção de dois bilionésimos de um grama para matar um adulto – essa unidade de medida corresponde a nove casas decimais negativas, ou seja, é realmente muito pouco.

A origem dessa substância maligna está na bactéria Clostridium botulinum, que é capaz de bloquear o funcionamento neural, causando botulismo e morte por paralisia. O receio da equipe científica que estuda a substância é o de que ela caia em mãos erradas, o que representaria um risco imenso à população mundial.

A nova toxina foi descoberta a partir de estudos feitos em amostras coletadas de uma criança vítima de botulismo. Por enquanto, não há motivos para alardes, já que a comunidade científica está mantendo as principais informações sobre o assunto em total sigilo. O que se sabe é que o ramo de substâncias botulínicas, que tinha sete tipos, agora tem oito.

Fonte: Megacurioso

Nenhum comentário:

Postar um comentário