Lendas da história do Rock que ainda dão o que falar


A história do rock é repleta de rumores, lendas, histórias estranhas e mistérios sem soluções. Algumas já foram desmentidas pelo próprio protagonista, mas a magia da suspeição parece ser sempre mais interessante do que a realidade. E até mesmo os protagonistas se tornam impotentes para impedir que as lendas mais bizarras ganhem corpo e as mais diversas versões.

O site espanhol CulturaOcio.com compilou algumas dessas histórias, algumas mais críveis que do que outras, mas todas ainda resistem ao tempo. Muitos ainda comparam as fotos da juventude de Paul McCartney com as atuais. Dúvidas sobre a sua morte e muitos outros mistérios continuarão a alimentar as páginas da imprensa durante anos. Os artistas, como suas canções, movem-se em um espaço ambíguo, em um caminho entre a verdade e a ficção, onde tudo é possível.

Robert Johnson vendeu sua alma ao diabo?

 

Uma das primeiras lendas urbanas é a história de Robert Johnson, um dos maiores violonista de blues de todos os tempos. Diz a lenda que ele teria vendido a alma ao diabo em uma encruzilhada, de modo a alcançar o talento inigualável para tocar. Sabe-se lá.

McCartney morreu? 


A 12 de setembro de 1969, um ouvinte da rádio WKNR-FM, em Michigan, levantou suspeita de que Paul McCartney havia morrido e foi substituído pelo policial William Shears Campbell. E assim foi disseminado rumores paranóicos sobre a morte do Beatle. Um deles afirma que a insígnia no braço com as iniciais O.P.D. que o falso McCartney usava em um encarte da obra-prima “Sgt. Peppers Lonely Heart's Club Band” escondia a mensagem "Oficially Pronunced Dead" (Oficialmente Considerado Morto). Além disso, muitas pessoas ainda acreditam que a música “A Day in the Life” contém muitas referências sobre um suposto acidente de carro que teria matado o músico, para não mencionar a capa do álbum "Abbey Road", no qual ele é o único dos 4 que aparece descalço. E tantas outras.

Quem matou John Lennon?

 

Em 8 de dezembro de 1980 praticamente o mundo interiro manteve-se atento a uma trágica história: John Lennon tinha sido assassinado. Quem fez isso? Por quê? A versão oficial dá conta de que seria o seu fã, Mark David Chapman, que disparou 5 vezes mas costas do Beatle. Entretanto, muitas pessoas ainda dizem que a ação deste indivíduo, que permanece preso, foi uma manobra orquestrada pela CIA, que viu no autor de “Imagine”' alguém subversivo e perigoso para os EUA. 

Elvis não morreu


"Um total de 14 tipos de drogas no corpo de Elvis, 10 em quantidade significativa". Este foi um dos relatórios apresentado semanas depois da morte de Elvis Presley. Sua dependência a vários medicamentos e problemas cardíacos poderiam ter contribuído para sua morte. Entretanto, há milhares de pessoas convencidas de que quem morreu vestido de paetês não era ele, mas um sósia contratado para substituí-lo. Na verdade, essas mesmas pessoas afirmam tê-lo visto nas estradas do Texas e aposentado na Argentina. Há até que diga que ele era um agente do DEA, departamento de combate ao tráfico e consumo de drogas dos Estados Unidos. Soa como uma piada, mas muitos têm levado a sério estas alegações:

Kurt Cobain: assassinato ou suicídio?



A causa oficial da morte de Kurt Cobain sempre foi suicídio. No entanto, há uma versão diferente que coloca Courtney Love como a responsável por sua morte. Segundo rumores, ela descobriu que ele ia dar um pé na sua bunda e resolveu contratar um matador. Essa história até hoje não está bem explicada. Há pessoas que acreditam nessa hipótese e exigem das autoridades policiais reabertura das investigações.

O imortal Keith Richards


Uma das lendas recorrentes do rock gira em torno do guitarrista dos Stones, Keith Richards. Há quem diga que ele faz rotineiras transfusões de sangue para viver mais e manter a sua energia jovial. Embora ele mesmo tenha negado repetidamente, o rumor se espalhou de maneira tal parece que vai se tornar realidade. Qual foi a origem disso? Foi a sua declaração de quando estava fazendo tratamento de reabilitação pelo seu vício em drogas pesadas. Na ocasião, ele usou a metáfora: “é como trocar de sangue”. Pronto, a merda está feita.

Marilyn Manson é o menino da série “The Wonder Years” (Anos Incríveis)?


Muita gente pensa que Paul, o amigo do protagonista da série para TV dos anos de 1990, o bom aluno com óculos de tartaruga e alérgico a tudo, é realmente Marilyn Manson. A semelhança entre o ator e cantor é incrível. Mas quem interpreta o garoto é, na realidade, Josh Saviano.

“'Dark Side of the Moon” foi composto para ser a trilha sonora de "O Mágico de Oz"?


Ninguém sabe de onde surgiu esse boato. Mas um dia todo mundo começou a sugerir que o oitavo álbum de estúdio do Pink Floyd foi gravado para se tornar a trilha sonora do filme "O Mágico de Oz” Inclusive há pessoas que afirmam ter comprovado o fato, uma vez que o álbum começa com con “Speak To Me”, e até o seu término todo o desenvolvimento está sincronizado com o filme. David Gilmour, vocalista do grupo, sempre negou, mas um dos seus membros fundadores, Roger Waters, nunca disse nada sobre isso. Fato ou Ficção?


Fonte: Clavedosul

Nenhum comentário:

Postar um comentário