Gato mumificado encontrado em casa de bruxa do século XVII


Os historiadores afirmam que a casa pode ter pertencido a uma mulher acusada de bruxaria que vivia na região no século 17 e acredita-se que o gato tenha sido emparedado vivo para proteger os moradores da casa de maus espíritos.

Uma companhia de fornecimento de água, a United Utilities, levou os arqueólogos para o local, um procedimento de rotina da companhia antes de fazer obras de escavação em áreas que podem ter importância arqueológica.

Arqueólogos britânicos encontraram um gato mumificado em uma casa do século 17 durante um projeto de construção em Lancashire, no norte da Inglaterra.
A casa foi descoberta perto de um reservatório no vilarejo de Barley. A construção tem uma sala fechada e, dentro de uma das paredes, foi encontrado o gato mumificado.

“É como descobrir sua pequena Pompeia. Raramente temos a oportunidade de trabalhar em algo tão bem preservado”, disse Frank Giecco, arqueólogo que descobriu a casa.
“Assim que começamos a cavar, encontramos o topo das portas e sabíamos que tínhamos em mãos algo especial”, acrescentou.

A região de Lancashire teve muitos registros da presença de mulheres acusadas de bruxaria no século 17, principalmente na área de Pendle Hill, onde a casa foi encontrada.

Na época, distritos inteiros em algumas partes de Lancashire relatavam ocorrências de bruxaria, contra homens e animais, gerando uma onda de acusações contra muitas pessoas

Em 1612, 20 pessoas, entre elas 16 mulheres de várias idades, foram levadas a julgamento, a maioria delas acusada de bruxaria, em um episódio que ficou conhecido na região como o ‘julgamento das bruxas de Pendle’.

Fonte: TecnoDrop

Um comentário:

  1. O fato do gato ter sido 'emparedado' me lembrou bastante um conto de
    Edgar Allan Poe que me assombrava quando eu era criança: "O Gato Preto"! Vale a pena ler!

    Eu adoro essas curiosidades históricas, acho muito interessante pensar nesse período em que as bruxas eram perseguidas! Já leu "A Linhagem", da Camila Dornas? Conta a história de uma 'bruxa' que vivia mais ou menos nesse período! Também vale a pena ler!

    Beijos,

    Own Mine

    ResponderExcluir