O misterioso manuscrito de Voynich



Este manuscrito não é um manuscrito qualquer estima-se que sua escrita data do ano 1500 e até hoje o livro é incompreensível e ninguém conseguiu ler.

Foi descoberto em 1912 por Wilfrid Michael Voynich que estudava em um colégio jesuíta, o livreto pertencia ao padre jesuíta Giuseppe Strickland.

Vários pesquisadores tentaram descriptografar o manuscrito,mas sem sucesso, até agora conseguiram identificar 28 letras de um alfabeto completamente desconhecido e o mais curioso é que a grafia não possui erro algum, o que é incomum para manuscritos antigos,Voynich suspeitava que a escrita do livro foi escrita em um grego muito antigo.

O livro possui várias explicações e formulas para administração de vaias plantas, só falta saber para que fim se destina e também possui vários mapas astrológicos, inclusive alinhamentos de planetas,mas a dúvida é: Qual seria o fim desse livro,se ele foi escrito por algum alquimista o porque dele ser indecifrável?

E o mais interessante,alguns místicos dizem que o Manuscrito de Voynich vai além da compreensão humana, especula-se de que o livro tenha sido escrito por um demônio, o que reforça essa tese é que nele há vários rituais que vão desde como sacrificar virgens até poções com plantas desconhecidas com os mais variados fins.

E para quem pensa que o livro e o conteúdo dele é apenas mera especulação, na imagem ao lado se encontra palavras escritas com a mesmas leras encontradas no Manuscrito de Voynich e o mais misterioso é que a palavra forma Abbadon, esse é o nome de um demônio que tem a forma dos gafanhotos encontrados no livro do Apocalipse,essa imagem saiu em um jornal de NY(EUA) e o mais sinistro a pessoa que foi encontrada com a xilogravura estava com uma ossada não autorizada e quando foi presa disse essas palavras: "Vocês ficariam surpresos se soubesse para quem eu trabalho, e em poucos minutos eu serei liberto..." e acabou acontecendo como a estranha pessoa falou e os registros sumiram sem deixar rastros.

Fonte: Tedioso

Nenhum comentário:

Postar um comentário